Terça-feira, 10 de Junho de 2008

Quero apenas um sorriso teu...

 

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

 

 

 

Não quero um monte de ilusões falsas
Que apenas me enfeitam o que não quero mostrar
Aquilo em que não me revejo,
Muito menos o que um dia quererei desejar.
Não peço o mundo
Apenas algo capaz de me encantar
Até mesmo enfeitiçar,
Com o qual perco o olhar

E que na sua beleza me deixo levar…

Não quero o brilho das estrelas no céu
Nem tão pouco a brisa do oceano
Pretendo apenas algo tão simples
E que se resume a um sorriso teu.
Somente esse gesto que és capaz de realizar
Tão belo e tão especial,
Que irá provocar um sorriso meu.
E nessa beleza…

…nessa beleza quero me deixar levar…
 

sinto-me: cheio de saudades tuas...
música: James Blunt - Wiseman

publicado por miguel_sousa às 04:12
link do post | comentar | favorito

Irreal...

 

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

 

 

Porque é que somos tão ridículos
E fazemos tantos dramas interiores?
Porque será que não desfrutamos desta vida?
Limitamo-nos a sofredores…

Amor, ridículos amores
Tão doces e profícuos
Causam-nos infindáveis dores
Mas sem eles seríamos irreais

É o que nos move
O sonho comanda a vida
Um adeus comove
Abre uma incurável ferida

O que há de pior neste mundo é a despedida
Indiquem-me o caminho para a terra prometida…
Lá seremos nossos reis…
Lá respiraremos na paz das almas...

sinto-me: sem saber o que fazer...
música: James Blunt - Carry You Home

publicado por miguel_sousa às 03:17
link do post | comentar | favorito

Continuo à espera...

 

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

 

 

Espero sem desesperar
Por aquilo que não consigo encontrar,
Por algo que sempre me faz sonhar,
E que desejo um dia agarrar.

As horas continuam a passar
E a ansiedade a aumentar
Por vezes sem saber controlar
Por vezes quase a sufocar.

Nestes dias que passam continuo a procurar
A força que me fará alegrar
E que todo este desespero fará acabar,
Deixando-me livre para novas sensações desfrutar.

E como bom será esta dor libertar
Deixando a missão ao vento de a levar,
Para um lugar onde jamais possa voltar.
E em mim de novo voltar a atracar.

Quero calmamente poder respirar
E tudo de novo conseguir apreciar,
O sol, a natureza, as pessoas, o mar
Sem ter algo a constantemente me incomodar.
 

sinto-me: infeliz...sózinho...mal...
música: James Blunt - 1973

publicado por miguel_sousa às 02:20
link do post | comentar | favorito

Será?

 

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

 

 

Talvez
Procure em mim algo que não tenha,
Talvez
Sonhe com algo que não consigo alcançar.

Sinto a razão completamente indecisa
Sem conseguir ser objectiva
Nem tão pouco conclusiva
Sobre a confusão que paira em mim.

Talvez
Não tenha nunca a solução,
Talvez
Não saiba interpretar o bater do meu coração.

A alma continuará sempre confusa
E ansiosa por uma vibração,
Que inesperadamente irá aparecer,
Para combater esta solidão.

Talvez
Seja tudo um momento difícil
Talvez
Consiga tudo isto superar…

Talvez sim,
Talvez não.

Quem sabe um dia…
…Talvez…
 

sinto-me: infeliz...
música: James Blunt - Same Mistake

publicado por miguel_sousa às 02:01
link do post | comentar | favorito
Sábado, 3 de Maio de 2008

Sonhei...não nego...

 

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

 

 

 

 

Em mais um final de tarde,

cansado pelo que não vivi,

por entre o fumo de cigarro,

a tua imagem está dentro em mim.

És alguém que me faz sorrir,

és alguém que me faz sentir

que há lugares que são pequenos abrigos

para onde podemos fugir.

Sabes,

é dentro de ti que quero viver,

é dentro do teu olhar que quero chorar,

é dentro da tua alma que vou aprender a repousar.

O teu olhar perdido à procura do futuro

sem conseguir esquecer o passado,

permanece na minha memória

como uma flecha que me hipnotizou.

A tua voz quente,

o cigarro que fumas com prazer

são partes um quadro

que permanece na "parede" da minha imaginação!

Sabia-me tão bem um abraço teu....

AGORA!

As horas passam devagar

sem que nada aconteça.

Dentro de mim está a tua imagem,

idealizada,

o teu sorriso,

o teu cabelo,

as tuas mãos!

Pensar em ti

não é mais que uma sensação prazerosa

a cada segundo,

é algo livre que vagueia no meu coração,

sem pressas,

sem angustias,

sem mal entendidos.

Sinto um algo simples

que é por vezes alternado

com a negação de que posso ser feliz.

É como um contínuo orgasmo emocional

e acho que representas para mim

uma reconciliação com a PAZ.

É algo irreal,

contrariamente à certeza

que entraste na minha vida

para devolver-me a vontade de me dar,

de viver,

de sorrir,

de gritar bem alto...

ÉS LINDA!

Sonhei,

não nego,

sonhei que tinha encontrado alguém

de vidas passadas tal foi a afinidade.

O corpo dormente,

a sensação prazerosa no peito

era algo que nunca tinha sentido,

era algo que me perturbava,

mas de uma forma tão doce,

doce como o mel.

Sonhei,

não nego,

sonhei que te ia tocar ao de leve,

sentir a tua respiração na minha,

os teus cabelos no meu rosto,

fechar os olhos e ver-me noutro mundo

só contigo ao meu lado,

a sorrir.

Lembro-me bem de te dizer

que ia deixar este texto "aberto"

para o finalizar depois de te CONHECER!

Afinal... não te conheci.

Toda a doçura que sentia

se perdeu em palavras

nunca antes ouvidas da boca de ninguém.

Toda a magia,

sim aquela magia dilacerante

que me rasgou os sentidos

deixou de existir quando me fizeste sentir...TRISTE.

No meu coração,

apesar de tudo,

a tua imagem vai permanecer intacta,

mesmo depois das lágrimas

terem inundado os meus olhos,

mesmo depois de saber

que não vou poder olhar para ti.

Vais embora, eu sei, sempre soube!

Vais sem olhar para trás

porque eu na verdade não sou,

nem podia ser nada nesta tua vida!

Vais embora como já foste noutras vidas

e tudo se....."fechou"!

sinto-me: perdido...

publicado por miguel_sousa às 18:53
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 23 de Abril de 2008

Estranho ser eu me tornei...

 

POR FAVOR DESLIGUE O COTONETE

 

 

 

Obscuros desejos de ti,
inoquidade preversa no olhar,
sonhos decrépitos de solidão
na tenebrosa nocturna ausencia de som...
onde me agasalho de trevas
no meu manto retalhado de sombras;
que estranho ser eu me tornei...
se soubesses a quantidade de coisas tristes
que trago dentro de mim,
o papel de carta amarrotado
que o meu coração é...
as horas que não passam,
as palavras que não se dizem,
os beijos que não se roubam,
o amor que não foi...
reduzi-me a um rabisco nervoso num papel,
que simplesmente diz...
perdi...

 

BBB

(Só para ti)


sinto-me: Triste...Muito triste...

publicado por miguel_sousa às 02:47
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 36 seguidores

.pesquisar

 

.Junho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Quero apenas um sorriso t...

. Irreal...

. Continuo à espera...

. Será?

. Sonhei...não nego...

. Estranho ser eu me tornei...

.arquivos

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Setembro 2006

. Abril 2006

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Para ti avô

. Acto de Fé...

. 12 Palavras por ti...

. Silêncio e tanta gente...

. Mais uma descrição do Amo...

. O Amor em 4 etapas...

.subscrever feeds